Política

Jardel Fernandes emite nota de esclarecimento

O vereador Jardel Fernandes (PT) emitiu uma nota para elucidar a polêmica envolvendo seu nome em um estabelecimento comercial no último dia 10 de julho. Neste dia, a Vigilância Sanitária, junto com a Brigada Militar, realizaram uma intervenção e multaram um Posto de Combustíveis de Ajuricaba, após descumprimento do Decreto Municipal.

Leia a nota abaixo:

PATROCINADO - A NOTÍCIA CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Na última sexta feira,10 de julho, por volta das 20:10 horas fui solicitado no posto de combustível onde estava havendo uma abordagem com as duas profissionais da vigilancia sanitária. Quando cheguei ao local averiguar os fatos já fui questionado pelas profissionais que eu estaria atrapalhando o trabalho das mesmas. Sabendo que as agentes ja haviam multado uma senhora que estava vendendo leite a mais de 20 anos em nosso município com procedência inclusive, e as mesmas colocaram o leite fora e foram agressivas com esta senhora, outra situação que fecharam bares de comunidades do interior (cancha de bochas) mesmo sem ta jogando, em uma situação da linha 30 que teve boatos que foi eu quem denunciei e é claro que jamais eu teria esta atitude! Isto para me jogar contra o responsável e demais associados.

Também em pararelo as servidoras estão sendo muito radicais com os estabelecimentos comerciais quanto a fiscalizacao sanitária à supermercados, padarias, açougues, restaurantes consultórios, sem conta as entidades religiosas que pouco a pouco estão sendo questionadas e até mesmo multadas. Da mesma forma que o agricultor familiar traz um queijo, um pote de melado, pote de nata , uma duzia de ovos para cidade para vender e poder comprar um kg de açúcar ou pacote de farinha, sāo abordados. As pessoas da nossa comunidade tentam se reinventarem meio a pandemia com confecção de bolachas, cucas, paēs, caseiros, logo ja são questionadas. Lembrando que algumas destas pessoas ou estabelecimentos nos ligam para fazer reclamações perante as abordagens, pois vereador é o psicólogo do povo e aqui ressalto que o povo é quem paga o salário de prefeito, vice, secretariados e Ccs que nāo são poucos, vereadores , funcionários públicos e também salário das mesmas servidoras que não tem bom senso sempre radicalizando as abordagens, sem lembrar que os mesmo penalizados pagam impostos para pagar seus salários .Deveriam instruir estabelecimentos e vendedores ambulantes nāo penalizar.

Mas quanto ao decreto sim sou favorável pois inclusive a secretaria de saúde está fazendo um belo trabalho assim até então obtendo sucesso no controle do coivid-19.

Não sei se é politicagem, mas o prefeito não deicha abrir, por exemplo o QUERÊNCIA, segundo proprietário alegou que não tem condições de pagar IPTU, por não poder trabalhar. Em nosso município existe estabelecimentos muito fiscalizados trabalhado com a devidas precauções e já alguns de familiares de pessoas do poder executivo que estão muitas vezes com excesso de pessoas, havendo sim aglomeracão, e não são abordados pela equipe sentinela, esta é minha indignação!!! Muitas vezes sim infringindo o decreto Municipal!! Acho que nosso executivo tenque manter decreto sim, mas remanejar, para os que os estabelecimentos comerciais trabalhem mais tranquilos e aqueles que ainda não conceguiram abrir suas portas também possam trabalhar, claro com distanciamento, mascaras, álcool gel enfim.

Mas voltando à abordagem do posto quero aqui dizer que não sabia anteriormente que a empresa já havia sido notificada e eu apenas quis interagir e saber o que estava acontecendo, jamais atrapalhar o trabalho das profissionais como elas falaram, e no meu video no Facebook, quando falo que “tenho vergonha de ser vereador deste município” quis dizer que era vergonhoso não poder defender os impostos do povo, defender o contribuinte Inclusive através da lei Art 29 VIII da constituição Federal/88 permite que eu fiscalize tal ato,pois se o salário agentes políticos e secretariados esta em dia é graças os estabelecimentos, prestação de servicos e nossa agricultura, por isso a expressão.

Mas mesmo assim peço desculpa se por ventura fui excessivo e dizer que foi uma postura minha, não da mesa diretora e demais vereadores da casa legislativa, muito menos da sigla do partido dos trabalhadores, e afirmar que não quis atrapalhar o trabalho de ninguém e nem sou contra o isolamento e sim da forma que as agentes abordam os estabelecimentos e abordaram as pessoas, pois esta havendo sim excesso por parte das servidores essas mesmas devem respeitar seus patrões que e o POVO.

Inclusive há alguns vereadores da situação me denegrindo pela sociedade, não era de se espera pois nao apresentaram nada em seus mandatos somar a comunidade , por que divulgao suas conquistas? pois alguns vão só buscar seus salários ao final do mês e não fazem nada para contribuir para comunidade Ajuricabense. E ainda ressalto falem BEM ou falem MAL, mas não dechem de falem de mim ajudem divulgar o meu nome!

Obs. Tudo que falei posso provar

PATROCINADO - A NOTÍCIA CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar