Saúde

Por recomendação da Anvisa, vacinação contra Covid-19 para grávidas está suspensa

A Secretaria Municipal de Saúde suspendeu a vacinação contra a Covid-19 para grávidas e puérperas nesta terça-feira (11). A vacinação vinha ocorrendo desde a semana passada para pessoas com comorbidades acima de 40 anos, gestantes e puérperas com mais de 18 anos com ou sem comorbidades, pessoas com Síndrome de Down acima de 18 anos, pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação continuada (BPC) de 40 a 59 anos e pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (que faz hemodiálise) acima de 18 anos.

.A medida de suspensão para gestantes e puérperas ocorre após a divulgação de uma nota técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que recomendou, na noite de ontem (10), a suspensão imediata da vacina Oxford/AstraZeneca em mulheres gestantes.

PATROCINADO - A NOTÍCIA CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Confira a nota técnica da Anvisa na íntegra

“A Anvisa recomendou nesta segunda-feira (10/5) a suspensão imediata do uso da vacina Covid da AstraZeneca/Fiocruz em mulheres gestantes. A orientação está em Nota Técnica emitida pela Agência.

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). A orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país.

O uso “off label” de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica.”

PATROCINADO - A NOTÍCIA CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo