Rural

Ajuricaba sedia evento sobre qualidade no cultivo de peixes

O dia de campo sobre manejo na piscicultura reuniu, nesta sexta-feira (27/09), em Ajuricaba, agricultores de quatro municípios do Noroeste gaúcho. O vice-prefeito, Everton Kirmess, também participou do evento.

Três assuntos foram abordados nas estações do dia de campo: preparo do açude (limpeza, adubação e calagem); povoamento do açude (cuidados na soltura de alevinos na água); e qualidade da água.

PATROCINADO - A NOTÍCIA CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A escolha desses temas tem o objetivo de enfrentar alguns dos maiores problemas identificados nas etapas que envolvem o cultivo de peixes e alevinos: baixa qualidade da água, pouco investimento na atividade, mercado desorganizado.

O evento foi promovido pela Emater/RS-Ascar, Prefeitura de Ajuricaba, por meio da Secretaria Municipal da Agricultura, e Piscicultura Andreghetto.

O técnico da Emater/RS-Ascar, Aluizio Tremêa, enfatiza aos produtores a importância da qualidade da água

Números

Ajuricaba é o primeiro produtor estadual de carpas (370 t/ano) e o quinto maior produtor estadual de alevinos. No total, são produzidas anualmente 425 toneladas de carpas e outras espécies de peixe, atividade que mobiliza aproximadamente 290 famílias da agricultura familiar e ocupa 280 hectares de lâmina de água.

De acordo com o técnico da Emater/RS-Ascar, Aluizio Tremêa, a venda de peixe se destina, principalmente, a pesque-pague e feiras.

No cenário traçado pelo gerente adjunto da Emater/RS-Ascar da região de Ijuí, Vito Cembranel, o município tem potencial para avançar. “É uma atividade importante para o município e tem um potencial riquíssimo a ser explorado”, resumiu Cembranel.

As informações são da Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional de Ijuí

Galeria de imagens

PATROCINADO - A NOTÍCIA CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar